Academia do Ecommerce - Vender na Internet Ficou Fácil!

Ads

IMPORTAR OU FABRICAR PARA VENDER NA INTERNET?

IMPORTAR OU FABRICAR PARA VENDER NA INTERNET?

Com a alta competitividade do setor, o empreendedor tem que encontrar maneiras de ganhar vantagem sobre seus concorrentes no comércio eletrônico, por isso verifique se importar ou fabricar é a ação que irá proporcionar este tipo de ganho para o seu negócio.

Por Rafael Belmiro dia em Importação

Confira uma rápida análise sobre os dois métodos para se vender na internet.

Ambos são métodos extremamente amplos, e se bem trabalhados podem proporcionar o grande diferencial que o seu empreendimento precisava para se destacar dentro dos concorrentes. Produtividade, mão de obra, prazo, custo e quantidade, são pontos que devem ser analisados, sobre, cada destes tipos de fornecimento de produtos - fabricar ou importar -, tais irão influenciar no desenvolvimento das suas vendas e do seu negócio online.

 

IMPORTAR OU FABRICAR PARA VENDER NA INTERNET?

O vendedor que decidir por importar, tem como aliada a alta produtividade que este tipo de atividade oferece, pela questão de que a grande maioria dos países que são o foco de importação, são conhecidos por métodos trabalhistas potentes, e entregam o produto em prazos surpreendentes, em contra partida fabricar não apresenta a mesma rapidez, visto que a produtividade depende do seu controle em torno de uma equipe que você irá administrar, tomando muitas das vezes uma grande parte do seu tempo, podendo ou não ser rápida, de acordo com os meios que você deter.

Até este ponto, aparentemente, importar é mais vantajoso que fabricar, se fomos levar em consideração apenas a produtividade, mão de obra barata e o prazo, porém temos que colocar na ponta da caneta, o tempo de espera entre uma importação, e outra, pois pode variar entre 2 a 3 meses para que um container chegue ao destino final, por isso é necessário um planejamento mais complexo em torno do estoque de determinada mercadoria.

 IMPORTAR OU FABRICAR PARA VENDER NA INTERNET?

Ao decidir fabricar, o empreendedor tem que ter consciência de que ele estará à frente de todos os processos, logo é necessário ter um certo controle administrativo sobre diferentes departamentos, o que requer maior tempo, produtividade, e consequentemente terá um maior custo, porém também há inúmeras vantagens neste modelo de negócio, uma delas é o “vender sem ter”, isso mesmo, você poderá disponibilizar um produto e produzir o mesmo só após a venda, óbvio caso o tipo da mercadoria detenha uma fabricação ágil.

Em termos de quantidade, podemos considerar os dois estilos com pós e contras, visto que ao importar na maioria das vezes o fornecedor coloca como requisito mínimo, o volume que será importado, o que impõe ao vendedor um certo controle sobre a demanda do seu produto, e uma boa perspectiva sobre suas vendas, para conseguir manter um ótimo fluxo entre o estoque e faturamento.

Portanto é indiscutível que as duas metodologias são vantajosas, só devem ser adaptadas com o modelo do seu negócio, tipos de produtos e faturamento, para que possa funcionar de acordo com os objetivos visados e demanda.


Confira abaixo, um vídeo onde,Gilmar Theobald, fala mais sobre o assunto!

Melhor Envio! A solução mais barata para enviar suas vendas!

Clique no banner acima para saiber mais!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para IMPORTAR OU FABRICAR PARA VENDER NA INTERNET?

Enviando Comentário Fechar :/