Academia do Ecommerce - Vender na Internet Ficou Fácil!

Ads

Processos Judiciais no E-commerce – Descrição Errada

Você sabia que uma descrição errada, título que não condiz com o produto vendido ou até mesmo a ordem das palavras podem levar você vendedor a ser processado? Entenda os motivos e como evitar.

Por Rafael Belmiro dia em Marketplaces

Processos Judiciais no E-commerce – Descrição Errada
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Ao começar a anunciar em um Marketplace, loja virtual, site ou qualquer outra forma que se caracterize como comércio eletrônico, é necessário ter conhecimento de algumas legislações que são impostas a você empreendedor que pretende vender virtualmente, pois se algo for caracterizado como crime, atos judiciais podem e devem ser realizados além do mundo online.

 A Academia do E-commerce traz um exemplo simples, mas que se mal executado pode acarretar em grandes dores de cabeças, prejudicar o seu empreendimento e até sujar o seu nome no mundo dos negócios.

A descrição é uma das primeiras etapas do processo de criação do anúncio, e mesmo que a princípio pareça simples, deve ser feito com total cautela e precaução, pois dependendo do conteúdo que for inserido, pode levar o vendedor a ter problemas judiciais.

Alguns cuidados que devem ser tomados ao desenvolver a descrição de um anúncio:

Título: Deve informar com clareza o tipo e o que será vendido.

Ordem das Palavras: A palavra que mais resume o que é o produto deve estar bem posicionada.

Exemplo Incorreto: Celular Motorola G5 – Tela, pois informado primeiro o Celular, o que deixa parecer que o que será vendido é o aparelho e não a tela.

Exemplo Correto: Tela para Celular Motorola G5. Neste exemplo o cliente já está sendo informado do tipo de produto, e o que será vendido.

Informações Legais: A descrição do produto deve conter toda a informação sobre se o mesmo está dentro de todas as regras legais, que o fazem ser aprovado por algum órgão do governo, caso não esteja claro que o produto não é oficial/legalizado, o vendedor também estará sujeito a passar por um processo judicial.

 

Descrição de Características:  Como consumidores virtuais não detém da possibilidade de ter os produtos em suas mãos antes ou durante a compra, e de responsabilidade do vendedor descrever com total clareza, sendo realista sobre as especificações do produto.

 

Portanto todas as informações dos anúncios são consideradas como Pré-contrato, pois o vendedor oferece atender certas condições, e o cliente ao realizar a compra “assina” com o objetivo de adquirir o que foi descrito, com isto é o dever do vendedor saber colocar todas informações de forma clara, direta e correta sem ter intenções de burlar ou enganar o consumidor.

 

Bling! Melhor Emissor de Notas Fiscais Eletrônica

Clique no banner acima para saiber mais!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Processos Judiciais no E-commerce – Descrição Errada

Enviando Comentário Fechar :/
VENDER NOS MARKETPLACES COM MEI OU CPF?

VENDER NOS MARKETPLACES COM MEI OU CPF?

Há algumas dúvidas em torno do cadastro para pessoas físicas e jurídicas em Marketplaces, e quais são os que cobram como requisito ter o cadastro de Microempreendedor Individual.

COMO DIMINUIR O CUSTO DO FRETE PARA PRODUTOS GRANDES

COMO DIMINUIR O CUSTO DO FRETE PARA PRODUTOS GRANDES

Empreendedores que pretendem vender produtos que passam do limite de tamanho (largura e altura), estabelecidos pelos correios e outras transportadoras, devem trocar de tipo de produto ou tem uma solução melhor para este caso?