Academia do Ecommerce - Vender na Internet Ficou Fácil!

Ads

3 DICAS PARA VENDER PRODUTOS DE TICKET MÉDIO BAIXO

Produtos baratos podem gerar dor de cabeça para você vendedor, caso o seu objetivo seja vender em Marketplaces, analisando que tais plataformas oferecem altas taxas para realizar o envio, ou até mesmo cobram uma certa porcentagem por produto vendido. Como solucionar este impasse e conseguir ter lucro para o seu empreendimento?

Por Rafael Belmiro dia em Marketplaces

3 DICAS PARA VENDER PRODUTOS DE TICKET MÉDIO BAIXO
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O Ticket Médio é calculado por meio da soma e divisão da quantidade de produtos vendidos e seu valor, é a média de compras realizadas em um certo período e não de cada cliente, pois um cliente pode fazer mais de uma compra nesse período.

Para o produto ser enquadrado na categoria de Ticket Médio baixo, é necessário que o mesmo tenha valor igual ou inferior a 50 reais, sua margem de lucro e custo são normalmente baixos e dependendo da situação o vendedor acaba não tendo um retorno sustentável para o seu negócio.

Atrair novos clientes e divulgar produtos deste tipo se torna uma estratégia um tanto quanto complexa, pois é necessário levar em conta os gastos, taxas, e o próprio custo do produto, e por fim somar todos esses valores para estipular o preço final, o lucro em si acaba “evaporando” e aumentar o valor pode ser a pior solução para este caso, pois dependendo não se torna atrativo para o consumidor, que percebe que a sua oferta está distante da oferecida pelo mercado.

Como superar todas essas barreiras e conseguir vender um produto com ticket médio baixo?

Conheça 3 dicas essenciais para você vende produtos baratos em marketplaces!

 

1 -  Verificar possibilidade de vender para o mesmo comprador

Verifique se o seu produto pode ser recorrente para aquele consumidor que já efetivou compras anteriormente no seu negócio, e se futuramente o mesmo compraria mais unidades do produto, ou da mesma linha novamente, entre em contato novamente, envie mensagens automáticas sobre a disponibilidade do produto, e até mesmo possíveis descontos para novas compras atraindo o consumidor a comprar múltiplas vezes de você.

 

2 -  Analisar a possibilidade fazer Combos/Kits de produtos

O seu produto pode ser integrado em um kit com produtos complementares?

Exemplo: o seu produto principal é corrente de bicicleta, você poderá montar um combo agregando, banco, capacete e guidão! Assim você consegue fechar um kit com um ticket médio alto, aumentar a lucratividade e consequentemente vender mais.

 

3 -  Comparar taxas cobradas por Marketplace

O Mercado Livre é maior marketplace do Brasil, porém traz algumas desvantagens para quem pretende vender produtos de ticket médio baixo, pois a plataforma cobra R$ 5,00 encima de produtos abaixo de R$ 120,00, e de 5% a 11% encima da compra, fazendo com que produtos de ticket médio baixo, praticamente não retenham lucro, por conta disto aconselhamos a plataforma OLIST, por meio dela é possível você divulgar e disponibilizar seus produtos em diferentes marketplaces, e a taxa é extremamente inferior a de outros, apenas 10% sobre o produto, e o frete é por conta da empresa, se tornando assim mais viável vender produtos de ticket médio baixo.

 

Aproveite o confira mais sobre o conteúdo!

Bling! Melhor Emissor de Notas Fiscais Eletrônica

Clique no banner acima para saiber mais!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para 3 DICAS PARA VENDER PRODUTOS DE TICKET MÉDIO BAIXO

Enviando Comentário Fechar :/
VENDER NOS MARKETPLACES COM MEI OU CPF?

VENDER NOS MARKETPLACES COM MEI OU CPF?

Há algumas dúvidas em torno do cadastro para pessoas físicas e jurídicas em Marketplaces, e quais são os que cobram como requisito ter o cadastro de Microempreendedor Individual.