Academia do Ecommerce - Vender na Internet Ficou Fácil!

Ads

PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

Quando um empreendedor começa a lucrar de fato com o seu negócio, é comum que este separe parte desse faturamento para gastos próprios, e isto seria o pró-labore, mas como saber a porcentagem correta e como funciona este método?

Por Rafael Belmiro dia em Empreendedorismo

PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

PRÓ-LABORE X LUCRO

Muitos empreendedores acreditam que pró-labore e lucro são a mesma coisa, porém pensar desse jeito é incorreto, visto que ambos possuem características distintas e confundi-los pode atrapalhar a gestão do negócio, além do que deter conhecimento sobre seus significados irá auxiliar no momento de proteger seu patrimônio pessoal e o patrimônio da empresa.

Diferenças: O pró-labore é o “salário” ou “remuneração”, que é destinado para o sócio/dono do negócio, essa quantia não está ligada ao lucro, é como se o dono do empreendimento fosse um funcionário e esta seria a quantidade que o mesmo receberia para seus gastos, não está ligado aos investimentos na empresa. Enquanto o lucro é o ganho sobre capital, decorrente de um cálculo que é realizado periodicamente, um levantamento proveniente do faturamento (CUSTO + DESPESAS) da empresa, que só poderá ser dito se fechou positivo após uma apuração detalhada das atividades e gastos de tal empreendimento, e este só terá a possibilidade de ser repassado para colaboradores caso feche positivo, já o pró-labore sempre irá ser entregue ao sócio/dono.

PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

LEGISLAÇÃO

A partir do momento que os sócios estão dentro do contrato social, os mesmos devem cumprir com a lei, que determina que estes precisam pagar a previdência social, na condição de “contribuinte obrigatório” (Art.12 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991), caso o valor não seja registrado, acarretará em possível arbitração pela receita federal.

Não existe um média especifica ou pré-determinada perante a lei, mas é importante que o empreendedor tenha em mente que caso não seja retirado o pró-labore, nenhum outro pagamento ou benefício pode ser realizado no mesmo mês, mas tal obrigatoriedade é destinada a aqueles que já emitem nota fiscal, logo caso um determinado negócio, não tenha ainda iniciado a regularização por meio deste documento, não é preciso, visto que essaempresa que não tem faturamento não precisa (e nem deve) registrar qualquer valor referente a pró-labore.

PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

EMPREENDEDOR X PRÓ LABORE

O lucro e o pró-labore para o empreendedor que está no começo, é um requisito um tanto quanto distante, visto que tudo irá depender do objetivo que este tem ao empreender, pois temos duas possíveis situações diferentes, a de que se este administrador procura empreender por necessidade, ou por oportunidade, entenda melhor abaixo:

Empreender por Necessidade: quando o dono do empreendimento enxerga no comercio eletrônico uma via sair do vermelho, ou até mesmo investe neste modelo de negócio como única fonte para deter uma renda, consequentemente qualquer ganho será visto como um pró-labore, e estas circunstâncias muita das vezes é característica de empresas pequenas, em que o dono é o funcionário que faz tudo e mais um pouco, e por isso o pouco dinheiro que entra, além dos gastos e investimento realizado na empresa, é colocado em seu bolso.

Empreender por Oportunidade: Neste caso o intuito é diferente, visto que é decorrência da percepção do empreendedor de uma determinada oportunidade no mercado, e assim este passa a investir em um negócio, com a consciência que os gastos que irão demandar para crescer no meio não irão impactar no seu bolso, por conta de que a um fundo para amparar os gastos pessoas deste empreendedor, logo é possível separar o lucro e pró-labore.

 PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

CAIXA E INVESTIMENTOS INICIAIS

O princípio básico para conseguir administrar uma empresa de forma correta, de maneira que direcione a mesma para o sucesso e estabilidade financeira, é saber qual o momento ideal para realizar cada gasto e investimento, e quando é possível retirar um lucro considerável e também deter o pró-labore, e esta consciência depende principalmente do dono da empresa, este irá saber qual passo deve ser tomado, e quando é o momento ideal para impulsionar, economizar e gastar.

Quando estamos falando sobre micro e pequenas empresas, é importante deixar indexado que o mais vantajoso a se fazer é manter e segurar os primeiros ganhos para cobrir as despesas, focar em investimentos iniciais, manter o crescimento, criar um fundo emergencial e fortalecer o caixa, essas medidas são em prol de estruturar o negócio para que este possa dar frutos frequentemente no futuro.

Caso seja impossível evitar de reter o pró-labore no começo, busque sobreviver com o básico, sem gastos exorbitantes com coisas que fogem da necessidade, pois neste momento, é preciso sempre pensar no seu negócio, em vista de que o mesmo aspira por capital para poder avançar e crescer, saber dosar o quanto pôr no bolso é a principal função desse artigo.

 PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

COMO CALCULAR O PRÓ LABORE

Não existe uma metodologia especifica para calcular e saber quanto de porcentagem deve-se direcionar ao pró-labore, pois o valor deve ser determinado pelo dono do empreendimento, a partir do seguinte pensamento: quanto eu pagaria a um colaborador que fosse realizar minhas funções dentro do meu negócio, mas o aconselhável é ser racional e não inflar o valor, pois proteger o patrimônio da sua empresa também deve ser algo que faz parte do seu sucesso, pois é sua e de mais ninguém, um bem maior seu que poderá trazer outros patrimônios pessoais.

Como citado anteriormente no artigo, o lucro não é a mesma coisa que o Pró-labore, e por isso no momento de considerar informações e dados relevantes para definir o quanto será destinado ao dono, é preciso analisar até mesmo quanto o empreendimento está lucrando, e os seguintes quesitos:

· Faturamento do empreendimento;

· O quanto será reinvestido no negócio?;

· O Valor que será distribuído entre os colaboradores e sócios;

· Capital de giro;

· Planejamento de campanhas e investimentos futuros;

 

Todos estes tópicos, são de extrema importância para poder definir o pró-labore, e é bom reforçar que investidor não está incluso nesta divisão, pois caso realizem investimentos em seu empreendimento, o aconselhável é que estes recebam apenas parte dos lucros do negócio.

Portanto ao registrar o pró-labore, e determinar quanto que será o valor do mesmo, é preciso levar em consideração múltiplos quesitos, desde de avaliar a atual situação da empresa, até quanto você pode estar recebendo do seu próprio empreendimento, pois é sempre bom lembrar que quanto mais reinvestir mais o seu negócio tem probabilidade de crescer, e consequentemente faturar mais.

Confira o vídeo do Gilmar, aonde o mesmo fala sobre como ele separa este valor em seu negócio:

 

 

  

 

Bling! Melhor Emissor de Notas Fiscais Eletrônica

Clique no banner acima para saiber mais!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para PRÓ LABORE, O QUE É E COMO CALCULAR!

Enviando Comentário Fechar :/
DICAS PARA SER UM EMPREENDEDOR DIGITAL DE SUCESSO

DICAS PARA SER UM EMPREENDEDOR DIGITAL DE SUCESSO

Ser empreendedor é uma função extremamente desafiadora, visto que requer muito esforço, dedicação e planejamento para poder conquistar o sucesso e realizar a escalada para poder alcançar todos os sonhos e objetivos almejados, mas ser empreendedor no âmbito digital é complexo de uma forma totalmente distinta, entenda o motivo.